Paralelismo Sintático

1. Nas frases abaixo há erros de paralelismo sintático, reescreva-as.

a) Os ministros negaram estar o governo atacando a Assembléia e que ele tem feito tudo para prolongar a votação do projeto.
b) O presidente sentia-as acuado pelas constantes denúncias de corrupção em seu governo e o crescimento na Constituinte da pressão em favor da fixação de seu mandato em quatro anos.
c) Quando o ditador morreu, seu porta-voz conseguir transformar-se no comandante das Forças de Defesa e que era o homem forte do país.
d) Não, não se trata de defender mais intervenção do Estado na economia ou que o Estado volte a produzir aço…
e) Ele não só trabalha mas também é estudante.
f) Trata-se de um argumento forte e que pode encerrar o debate.
g) Tal método não ocupa a tela de modo escancarado, mas por meio de acúmulo de imagens.
h) Funcionários cogitam nova greve e isolar o governador.
i) Pedida a prisão de petista e empresário. Lula e Dantas têm duas semanas para recorrer.
j) Ele hesitava entre ir ao cinema ou ir ao teatro.
l) Eu gosto de açaí, mamão e melão.

2. Adaptado do Teste de Pré-Seleção para o Instituto Rio Branco (CESPE) de 2006 (q. 24-3):
No trecho “Insulado deste modo no país, que não o conhece, em luta aberta com o meio, que lhe parece haver estampado na organização e no temperamento a sua rudeza extraordinária, nômade ou mal fixo à terra…” observa-se perfeito paralelismo sintático? Sim ou não?

3. Adaptado do Teste de Pré-Seleção para o Instituto Rio Branco (CESPE) de 2005 (q. 2-E):
No trecho:
Ao menos uma vez na vida, todos os autores tiveram ou terão de ser Luís de Camões, mesmo se não escreveram as redondilhas entre fidalgos da corte e censores do Santo Ofício, entre os amores de antanho e as desilusões da velhice prematura, entre a dor de escrever e a alegria de ter escrito, foi a este homem doente que regressa pobre da Índia, aonde muitos só iam para enriquecer, foi a este soldado cego de um olho e golpeado na alma, foi a este sedutor sem fortuna que não voltará nunca mais a perturbar os sentidos das damas do paço, que eu pus a viver no palco da peça de teatro chamada: Que Farei com Este Livro?, em cujo final ecoa uma outra pergunta, aquela que importa verdadeiramente, aquela que nunca saberemos se alguma vez chegará a ter resposta suficiente: “Que farei com este livro?”

A menção ao sofrimento de Luís de Camões está construída por meio do paralelismo sintático introduzido pela forma “foi a este”. Certo ou errado?

4. Adaptado do Teste de Pré-Seleção para o Instituto Rio Branco (CESPE) de 2005 (q. 12-E):
No trecho: “O período que se seguiu à Grande Guerra pode ser decomposto em três grandes fatias: de 1919 a 1924–28, quando todos os países europeus procuraram liquidar os resquícios deixados pela guerra e voltar às condições econômicas normais, equivale dizer, às condições dominantes em 1914; de 1924–28 a 1931–33, com o grande surto de prosperidade, que trazia, no seu bojo, os elementos da crise detonada nos EUA em 1929; de 1932–33 a 1939, quando os governos se empenharam no esforço coletivo para superar a crise, desenvolvendo práticas intervencionistas não adotadas até então.”

O paralelismo sintático seria observado com mais rigor
gramatical caso se substituísse “com o grande surto de
prosperidade” por: quando se assistiu ao grande surto
de prosperidade. Certo ou errado?

5. “Amantes dos antigos bolachões penam não só para encontrar os discos, que ficam a cada dia mais raros. A dificuldade aparece também na hora de trocar a agulha, ou de levar o toca-discos para o conserto.”
Tendo em vista que no texto acima falta paralelismo sintático, reescreva-o em um só período, mantendo o mesmo sentido e fazendo as alterações necessárias para que o paralelismo se estabeleça.

Respostas
Exercício 1.

a) Os ministros negaram o governo estar atacando a Assembléia e ter feito tudo para prolongar a votação do projeto.
b) O presidente sentia-as acuado pelas constantes denúncias de corrupção em seu governo e pelo crescimento na Constituinte da pressão em favor da fixação de seu mandato em quatro anos.
c) Quando o ditador morreu, seu porta-voz conseguir transformar-se no comandante das Forças de Defesa e ser o homem forte do país.
d1) Não, não se trata de defender mais intervenção do Estado na economia ou a volta da produção estatal de aço…
d2) Não, não se trata de defender que o Estado intervenha mais na economia ou que o Estado volte a produzir aço…
e) Ele não só trabalha mas também estuda.
f1) Trata-se de um argumento que é forte e que pode encerrar o debate. (duas orações adjetivas).
f2) Trata-se de um argumento forte, que pode encerrar o debate. (elimina-se a conjunção “e”, com isso elimina-se o paralelismo).
f3) Trata-se de um argumento forte, capaz de encerrar o debate. (dois adjetivos).
g) Tal método ocupa a tela não de modo escancarado, mas por meio de acúmulo de imagens.
h1) Funcionários cogitam nova greve e isolamento do governador
h2) Funcionários cogitam fazer nova greve e isolar o governador.
i) Pedida a prisão de petista e de empresário. (são duas pessoas distintas).
j) Ele hesitava entre ir ao cinema e ir ao teatro.
l) Eu gosto de açaí, de mamão e de melão.

2. Não.

3. Certo.

4. Certo

5. “Amantes dos antigos bolachões, que ficam a cada dia mais raros, penam não só para encontrar os discos mas/como também para trocar a agulha, ou de levar o toca-discos para o conserto.”

About these ads

16 Respostas to “Paralelismo Sintático”

  1. tzbishop Says:

    grande ajuda para a prova de amanhã. Obrigado.

  2. Weber Says:

    Ótimas dicas e exemplos, está me ajufando pra caramba pra uma prova que tenho hj, nao se acha essa matéria em gramáticas! Valeu a ajuda!

  3. Murilo Lemos Says:

    Bom, como já foi dito,
    essi esta me ajudando muito para a prova de amanha
    ^^

  4. lucimar Says:

    Dorei encontrar essa materia aqui. Li um milhão de gramaticas e não encontrei. Dorei de montaum.

  5. Gustavo Henrique Says:

    É muito importante ter muito cuidado com erros de paralelismo sintático, pois estes são acometidos justamente quando a pressa da escrita faz o escritor desatento tropeçar na organização da coordenação de termos e orações. Coordenar é sempre muito bom, exige certa cautela e, como o próprio verbete “coordernar” sugere, organiza o discurso de modo a tornar clara a idéia do texto. É sempre bom tratar abertamente, na Internet, de um assunto que é tão pouco abordado até mesmo pelas mais renomadas gramáticas que estão no mercado. Boa, senão ótima, é a atitude deste blogue em tratar de tal assunto. Expressa fica a minha saudação nestas linhas finais.

  6. Rafael Della Giustina Leal Says:

    Gustavo, obrigado pelo elogio!

    Rafael

  7. Vinicius Says:

    muito boa essa página, já está entra as minhas favoritas, obrigado pela ajuda. Abraço

  8. PEDRO Says:

    ALQUEM SABE MONTAR A FRASE DA QUESTAO 2 DE MANEIRA CORRETA?

    • Péricles Says:

      Acredito que a 2ª Questão poderia ficar assim: (Escrevi o restante do parágrafo para dar sentido)

      Estando insulado deste modo no país, que não o conhece,

      Lutando abertamente com o meio, que lhe parece haver estampado na organização e no temperamento a sua rudeza extraordinária,

      Vagando nômade ou mal fixo à terra,

      O sertanejo não tem, por bem dizer, ainda capacidade orgânica para se afeiçoar a situação mais alta.

  9. Rafael Della Giustina Leal Says:

    Respondendo ao Pedro:
    Pedro, não sei responder.

  10. Marco Chiorri Says:

    Retomei o estudo de Português e , com a ajuda desta página, estou mais seguro neste tópico.
    Muito obrigado e parabéns!

  11. Rinaldo Says:

    muito bom…não é fácil achar uma página tão boa quanto esta
    obrigado….Parabéns!

  12. Terezinha Says:

    Achei excelente esta página para ajudar ao navegador da web que está com dúvidas sobre este assunto. Parabéns?

  13. orisvaldo Says:

    Rafael, reveja a necessidade da preposição “de” na resposta (última linha) da questão 5: “ou ‘de’ levar o toca-discos para o conserto.”
    abraço!
    Orisvaldo

  14. yamy Says:

    Obrigado me ajudou bastante para a atividade que minha professora passou já que as respostas estão aqui. Vou tirar 10 fantastico!! quem disse que cearense é buroo???!!

  15. lisandra Says:

    obrigado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: